29 de Maio de 2017
Topo

 

A Justiça julgou procedente a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) por abuso de poder econômico, protocolada pelo Ministério Público Eleitoral da 43° Zona, por meio da promotora de Justiça Lizete de Lima Nascimento e declarou a cassação do diploma do vereador Rodvaldo Raimundo Rodrigues Chaves (PTB), bem como sua inelegibilidade para os próximos oito anos subsequentes às eleições de 2016.

Em 7 de dezembro de 2016 a representante do Ministério Público Eleitoral deu entrada na Ação de Investigação, ao analisar a prestação de contas do vereador Rodvaldo Chaves e constatar que extrapolaram os limites de gastos da campanha, em desacordo com a Resolução TSE nº 23.463/2015.

"Após audiência de instrução e julgamento, o juízo eleitoral de Primeira Instância julgou procedente a ação ajuizada e declarou a extrapolação de gastos em campanha eleitoral praticada pelo candidato eleito e as circunstâncias graves que a cercavam, caracterizando o abuso do Poder Econômico nas eleições de 2016", relatou a promotora eleitoral Lizete Nascimento.


Texto: Ministério Público Eleitoral da 43° Zona
Edição: Assessoria de Comunicação

Rua Joao Diogo, 100 - Cidade Velha - 66.015.165 Belém/PA | (91)4006-3400
Atendimento ao público 8h às 14 - Atendimento no protocolo 8h às 17h (2a a 5a) e 8h às 15h (6a)
© 2000-2011. Todos os direitos reservados (Departamento de Informática - MPPA)