19 de Outubro de 2018

 

Com o intuito de investigar indícios de fraudes à licitação e desvio de recursos públicos pela Prefeitura Municipal de Viseu, o promotor de Justiça Emério Mendes Costa instaurou, no último dia 9 de outubro, Inquérito civil.

Representação protocolada na Promotoria de Justiça de Viseu, em 4 de outubro, contém indícios de fraude a licitação e desvio de recursos públicos na prestação de serviços funerários pela empresa Darcy Soares da Costa, por meio do procedimento de dispensa de licitação e contrato.

Segundo a lei 8.429/92, que dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional, caso fiquem comprovadas as denúncias, os atos correspondem a atos de improbidade administrativa.

“Caso fiquem comprovadas as ilicitudes, haverá responsabilidade civil, administrativa e criminal para os envolvidos”, finaliza o promotor.

 

Texto: Assessoria de comunicação  

Rua João Diogo, 100 - Cidade Velha - 66.015.165 Belém/PA | (91)4008.0400 (Promotorias) e (91)4006-3400 (Edifício Sede)
Atendimento ao público 8h às 14h - Atendimento no protocolo 8h às 17h (2a a 5a) e 8h às 15h (6a)
© 2000-2011. Todos os direitos reservados (Departamento de Informática - MPPA)