Semana do Estudante homenageia mulheres negras

Atividades nas escolas de Santarém, Belterra e Mojui mostram luta contra o racismo ao longo da história
Santarém 14/08/19 11:44

A Semana do Estudante em Santarém, foi marcada por programação voltada à valorização da mulher negra, com o tema “De Teresa de Benguela a Willivane Melo”. De 6 a 13 de agosto foram promovidas atividades nas escolas de Santarém, Belterra e Mojuí dos Campos, numa parceria da 8ª Promotoria de Justiça da Educação e Saúde com as secretarias municipais de Educação dos três municípios.

O tema escolhido foi a partir da comemoração em 25 de julho, do Dia Internacional da Mulher Negra latino-americana e caribenha. As rodas de conversa, painéis, apresentações culturais e palestras, com a participação da promotora de justiça Lilian Braga, iniciaram no dia 6 de agosto na escola da comunidade Piquiá, em Belterra, na Floresta Nacional do Tapajós, e seguiu para Mojui dos Campos, no dia 8. De 9 a 13 as ações foram com os estudantes de Santarém, nos auditórios da Uepa, Ifpa e Escola Plácido de Castro.

No auditório da UEPA foram entregues placas de Honra ao Mérito pela prefeitura de Santarém e secretaria Municipal de Educação para mulheres que se destacam na luta pela igualdade e liberdade. Entre as homenageadas estavam  a líder quilombola Cleide Vasconcelos, a promotora de Justiça Lilian Braga e a lider do movimento negro, Alessandra Caripuna.

O tema “De Teresa de Benguela a Willivane Melo”, foi construído para apresentar mulheres negras que fizeram história lutando por seu espaço. Teresa de Benguela foi a rainha do Quilombo de Quariterê, no Mato Grosso e liderou a luta contra os soldados portugueses. Instituiu um Parlamento no quilombo, para discussão das normas que regulavam o seu funcionamento. Em 25 de julho de 1770 foi morta e decapitada, com a cabeça exposta em praça pública, que passou a ser celebrado como o Dia da Mulher Negra no Brasil.

Foram lembradas as histórias de mulheres negras que se destacaram ao longo do tempo, como Dandara de Palmares, Tia Ciata, Angela Davis, Aretha Franklin, Oprah Winfrey, Rosa Parks, Ruth de Souza e Willivane Ferreira Melo, psicóloga e professora da Uepa que residiu em Santarém, e faleceu em 2018. Na sua prática profissional combateu o racismo, fazendo de todos os espaços de atuação um movimento de enfrentamento.

Nas atividades nas escolas, a promotoria foi acompanhada  pelas integrantes do Movimento de Mulheres Negras de Santarém, Alessandra Caripuna, Andressa Sousa, Girlian Sousa e Kerlanny Sousa, que falaram sobre racismo, machismo, histórias inspiradoras de mulheres negras, da beleza da mulher negra e necessidade de valorizar e desmisticar padrões, bem como identidades nas artes, novelas e nos brinquedos. 

A promotora de Justiça Lilian Braga ressaltou que a proposta da temática ser discutida na Semana do Estudante na rede municipal de Santarém visa combater dois grandes problemas, o racismo e o machismo. "Propusemos para a Semed discutir sobre as mulheres negras e o papel dessas mulheres em nosso espaço social. Que elas possam inspirar nossas meninas e as façam perceber as possibilidades de atuação em diversas áreas profissionais, sociais e culturais, ocupando os espaços possíveis de oportunidade e que o nosso lugar seja qualquer um desses lugares", concluiu Lilian.

Texto: Ascom
Fotos: 8ª PJ

 

Fale Conosco